Doenças sexualmente transmissíveis

6 de julho de 2018

Resultado de imagem para Doenças sexualmente transmissíveis

Doenças sexualmente transmissíveis

 

As doenças sexualmente transmissíveis ou DSTs são doenças transmitidas, geralmente, através da relação sexual, sem preservativo. Apesar dos muitos alertas do ministério da saúde, as DSTs são comuns devido à falta da prevenção, que consiste em usar camisinha da forma correta em todo contato sexual. Essas infecções quando não são tratadas podem gerar complicações, como câncer, infertilidade, doenças neonatais ou até a própria morte.

A infecção pode ocorrer também pela transfusão de sangue contaminado ou por compartilhar seringas e agulhas. No caso da sífilis e da AIDS, podem ser transmitidas da mãe contaminada para o bebê durante a gravidez ou pela amamentação no caso da AIDS.

Resultado de imagem para DSTS

1) Causas e sintomas das doenças sexualmente transmissíveis

São causadas por vírus, por bactérias, fungos ou parasitas e podem ter os mais variados sintomas. Porém, é comum algumas DSTs não apresentarem sintomas, principalmente na mulher, já que podem ser confundidos com reações do seu próprio organismo. Os sintomas mais comuns são:

Corrimentos: É uma irritação ou secreção de fluídos pelas genitais. Pode ser de cor branca, cinza ou amarelada e possui cheiro desagradável. Provoca coceira, dor ao urinar ou durante a relação sexual.

Feridas: Podem ser resultado de bolhas pequenas na virilha que produz uma lesão ou várias, acompanhada de dor ou não, que traz bastante incômodo ao portador.

Verrugas: São pequenas no início, mas podem crescer e ficar parecidas com uma couve-flor.

2) Tratamento para doenças sexualmente transmissíveis

Devido aos vários tipos de infecções, cada doença sexualmente transmissível tem um tipo de tratamento específico. Esses métodos são para pessoas que não estão grávidas, caso não saiba e esteja em dúvida, visite agora mesmo nosso artigo: como saber se estou grávida. Os dois tipos mais comuns são:

Simples e rápidos: acontece em caso de infecções causadas por bactérias e fungos

Mais complexos: nestes casos, podem haver DTS sem cura. Normalmente são causadas por vírus.

Quem determina o tratamento é o médico ginecologista para mulher e urologista para o homem.

Clamídia: é a doença mais comum no mundo inteiro e afeta homem ou mulher. É facilmente tratada com remédios.

Gonorréia: infecção por bactéria. Se o companheiro estiver contaminado o risco é de 90%. O tratamento é com antibióticos ou pomadas.

Resultado de imagem para DSTS

Tricomoníase: Este parasita afeta primeiramente a uretra e é mais comum em mulheres, apesar de também poder ocorrer nos homens. O tratamento é feito com cremes vaginais e medicamentos.

Sífilis: É causada por bactéria. Depois de 20 á 30 dias depois da relação sexual, aparece uma pequena ferida no órgão genital.

ancro mole: Também conhecido como bubão, surgem várias feridas nos genitais e as secreções dessas feridas contaminam, sem ter contato sexual, outras pessoas e outras partes do corpo. O tratamento é à base de medicamentos.

HPV: Causada pelo Papilomavírus humano, surgem manchas brancas ou verrugas nas genitais. O tratamento pode ser cauterização elétrica ou por laser.

Herpes Genital: é uma DST causada por vírus, muito contagiosa, não tem cura, mas a cura da herpes genital é feita com medicamentos.

AIDS: Infecção por vírus, que ataca o sistema imunológico. Não existe cura, mas os tratamentos são oferecidos pelo governo.

Como diz um ditado popular: a prevenção é o melhor remédio então, procure se proteger contra doenças sexualmente transmissíveis e caso sofra contaminação, não ignore, mas procure ajuda médica.

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *